tijolos

AUMENTO NOS PREÇOS DOS MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO CAUSA DESAGRADO NOS CONSUMIDORES

TV PANTANAL/UNIDERP ENTREVISTA O PRESIDENTE DA ACOMASUL, ADÃO CASTILHO

Devido á pandemia do novo coronavírus, muitos produtos e serviços sofreram aumentos, um exemplo disso, é o mercado da construção civil, onde o milheiro de tijolos era comercializado por 500 reais, e hoje está custando cerca de 900 reais.

Segundo o Presidente da Associação de Construtores de Mato Grosso do Sul (Acomasul), alguns aumentos nos preços se justificam pelo fato da paralisação em razão da pandemia. “Com a chegada da pandemia, isso a nível mundial, a grande preocupação invadiu ai as indústrias, as empresas e tivemos uma paralisação, ou seja, os grandes empreendimentos engavetaram seus projetos e novas construções, os pequenos empresários de construção civil que somos nós e representamos 42% do setor também engavetamos nossos projetos e continuamos só com as obras que já estavam em andamento. Com isso deixamos de contratar mão de obra para as nossas construções e o mercado teve uma grata satisfação”, afirma Adão Castilho.

O Superintendente do Procon-MS, afirma que algumas empresas já foram notificadas em decorrência dos valores abusivos colocados em produtos. “O Procon tem sentido o aumento de preços dos materiais de construção ao longo do tempo. Já notificamos algumas empresas, chamamos os sindicatos para conversar, para entender o motivo efetivo do aumento de preços e a resposta que nós tivemos foi que os insumos estão em falta no mercado interno. Abrimos notificação contra algumas empresas de venda nesse tipo de produto que tiveram aumento abusivo, já aplicamos algumas sanções administrativas”, salienta Marcelo Salomão.

Além do aumento nos preços dos materiais de construção, muitos produtos estão em falta no mercado.

“A falta de material de construção nós até entendemos e podemos replanejar nossas obras, mas em questão do aumento, não tem como você repassar esses valores e até mesmo porque nós pequenos empresários da construção civil não queremos esse reajuste, e muito menos repassar para quem for comprar imóveis, pois achamos que é injusto”, ressalta o Presidente da Acomasul.

Mesmo com a alta nos valores dos produtos, existe expectativa da queda nos valores ainda este ano. “Acreditamos que esses preços irão se regularizar ao longo do tempo, e claro alguns fatores foram importantes nessa relação de consumo, mas o mercado é inteligente e consegue se estabilizar. Nós Já temos uma ação de fiscalização contundente contra essas empresas e acreditamos muito que ainda esse ano terá uma baixa nos preços”, finaliza Marcelo Salomão. 


Confira a matéria da TV Pantanal:

DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA

DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA

Neste 20 de novembro, a Acomasul presta homenagens ao Dia da Consciência Negra. A data é para lembrar a resistência do povo negro por uma sociedade mais justa e livre de qualquer opressão.

A data lembra a morte de Zumbi dos Palmares, escravo que se tornou símbolo da luta do povo negro contra a escravidão. Zumbi liderou o Quilombo dos Palmares, na região do atual estado de Alagoas, e que chegou a reunir 20 mil habitantes. O quilombo foi destruído em 1694 e o seu líder, Zumbi, morto.

Cada estado ou cidade do Brasil precisa aprovar uma lei regulamentando o feriado. No Brasil, 1260 cidades aprovaram leis decretando feriado. Em Mato Grosso do Sul, apenas em Corumbá é feriado.

Não podemos tolerar atos racistas. Caso você seja alvo ou presencie um ato racista DENUNCIE!

COLÉGIO VAI REALIZAR PROVA DE BOLSAS DE ESTUDO

COLÉGIO VAI REALIZAR PROVA DE BOLSAS DE ESTUDO

O Colégio Resultados vai realizar no dia 25 de novembro, quarta-feira, a maior prova de bolsas de estudo da região Centro-Oeste. As vagas são para o Ensino Fundamental e Ensino Médio.

Os interessados devem agendar o horário para fazer o teste, de 08h às 11h ou de 14h às 17h. As provas serão aplicadas na escola, localizada na Rua José Barnabé de Mesquita, 258, Vila Duque de Caixas.

As inscrições já estão abertas e podem ser feitas pelo WhatsApp no número (67) 99211-6532.

O Colégio Resultados tem 25 anos de tradição no ensino regular e cursos preparatórios militares, e se destaca no cenário educacional da Capital pela proposta pedagógica inovadora e estrutura das melhores instituições da cidade, além da ampla experiência e o melhor corpo docente.

Na próxima semana, a Acomasul vai formalizar um convênio com o Colégio Resultados que vai proporcionar condições especiais para nossos associados.

“A Acomasul sempre está trabalhando em prol do associado. O convênio que vamos assinar vai dar também um desconto considerável nos cursos de pós-graduação. Logo, vamos divulgar as condições”, afirma o presidente da Acomasul, Adão Castilho.

Os cursos de pós-graduação são nas áreas de engenharia, saúde, gestão e negócios, justiça e segurança pública. As turmas são presenciais e começam em fevereiro.

TAXAS BAIXAS E ALTA DEMANDA DEVEM ELEVAR PREÇO DOS IMÓVEIS

TAXAS BAIXAS E ALTA DEMANDA DEVEM ELEVAR PREÇO DOS IMÓVEIS

Pela primeira vez na história, a taxa média dos contratos de financiamento imobiliário com os cinco maiores bancos do país ( CEF, Banco do Brasil, Itaú, Santander, e Bradesco ) caiu para menos de 7% ao ano + TR. A taxa chegou a 6,96% agora em novembro.

“A Taxa Selic, em 2% ao ano, o preços baixos dos imóveis, e a grande disputa por clientes entre as instituições financeiras criaram um momento histórico para comprar imóveis”, explica o professor da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Sérgio Cano. Para o professor este é o melhor momento para investir em um imóvel com financiamento

Entre outubro de 2019 e setembro de 2020, houve um aumento de 44% na contratação de crédito imobiliário. E é aí que entra a regra da oferta e da procura, com mais demanda a tendência é ter menos opções. Com isso, os valores dos imóveis devem aumentar nos próximos meses.

“Os preços dos imóveis ainda não subiram porque estamos na pandemia e em recuperação econômica. Mas logo o preço vai subir, provavelmente a partir de 2021”, afirma o professor da FGV que sugere não esperar para fazer negócio. “Eu diria para não esperar e, se tiver condições, comprar logo porque o mercado é dinâmico”, diz Sérgio Cano.

CUSTOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL EM SETEMBRO TÊM MAIOR ALTA DESDE 2013

CUSTOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL EM SETEMBRO TÊM MAIOR ALTA DESDE 2013

O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi), divulgado pelo IBGE, subiu 1,44% em setembro. Essa é a maior taxa desde julho de 2013. Em 2020, o índice acumula alta de 4,34%.

CUSTOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL EM SETEMBRO TÊM MAIOR ALTA DESDE 2013

Os custos da mão de obra têm se mantido estáveis. O que pesou no índice de 1,44% foi a alta em todos os segmentos de materiais – cimento, condutores elétricos, e cerâmicas.

O custo nacional da construção, por metro quadrado, passou em setembro para R$ 1.209,02, sendo R$ 645,56 relativos aos materiais e R$ 563,46 à mão de obra. Na região Centro-Oeste, o custo por metro quadrado é de R$ 1.208,09.

ACOMASUL AGORA É MARCA REGISTRADA

ACOMASUL AGORA É MARCA REGISTRADA

A marca Acomasul está agora está registrada e protegida de qualquer uso indevido. Nesta segunda-feira, (05), o presidente da Acomasul, Adão Castilho recebeu o Certificado de Registro de Marca. Quem elaborou todo o processo foi a advogada especialista em Direito da Propriedade Intelectual, Aline Ertzogue Marques.

O registro de uma marca é de suma importância, caso contrário corre-se o risco de no futuro alguém reivindicar esse direito e todo o investimento feito em determinada marca vai por água abaixo. “O registro por meio do INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial) garante o direito sobre nossa marca Acomasul e nos protege de qualquer uso indevido”, diz o presidente da Associação, Adão Castilho.

A advogada Aline Ertzogue explica que muitos empresários não têm a preocupação de registrar a marca. “A marca é o maior valor imaterial que uma sociedade empresarial pode ter no mercado, por isso o registro dela é fundamental para que a marca seja trabalhada em determinado segmento do mercado”, diz.

Aline cita inclusive uma frase do publicitário, Stuart Agres. “Uma marca é um conjunto de promessas diferenciadoras que vincula um produto a seus clientes”. Nesse sentido, o associado que se utiliza a marca Acomasul está se beneficiando desse valor agregado a essa prestação de serviço”, afirma Aline.

O presidente da Acomasul providenciou o registro da marca justamente porque está atento à dinâmica do mercado. “Isso é muito importante para preservar a luta do pequeno empresário sobre o nome forte e sólido da nossa marca construída aqui em Mato Grosso do Sul, e que já é reconhecida em nível nacional”, finaliza Castilho.